Florestação do Alvão

As inscrições estão abertas  já para os dias 17 e 18 de Março na Serra do Alvão

Para inscrições enviar mail com :
nº cartão de cidadão, data de nascimento e nome completo

 

Florestação na Madeira

A realizar no dia 17 de fevereiro (sexta-feira à tarde,  a partir das 14,00h) ou no dia 18 (sábado, a partir das 10h).

O local da atividade será nas Serras de Santo António, mais propriamente no Chão das Galinhas (ver anexo).

Chão das Galinhas

Latitude: 32°42’54.98″N

Longitude: 16°55’38.90″W

Caso queiram marcar um ponto de encontro para depois seguirmos juntos, poderá ser na zona do Poiso:

  • Dia 17 – 14,15h no Poiso (junto ao café)
  • Dia 18 – 10h no Poiso (junto ao café)

No sentido de responsabilizar cada pessoa pelo exemplar que irá plantar, enviaremos um Certificado digital (Declaração de Compromisso) que deverá ser facultado a cada um dos participantes, de modo a registar e perpetuar no tempo o compromisso assumido!

Relembramos que deverão levar calçado e roupa adequado (boné/gorro, e protetor solar) e água. O seguro e o transporte também são da responsabilidade da entidade solicitadora.

chao das galinhas

Campanha Nacional “Uma Árvore pela Floresta” chega à Madeira

Reportagem RTP Madeira

Já plantamos perto de 7000 árvores!

Vencemos a Iniciativa Mobilização Green Project Awards Portugal 2015.

arvores_16_2

Junte-se aos CTT e à Quercus na 3ª edição da campanha “Uma Árvore pela Floresta” e contribua para a reflorestação do Gerês, do Tejo Internacional, das Serras de Montemuro, Alvão, Marão, Caramulo ou Estrela. Compre o seu kit “Uma Árvore pela Floresta” nas lojas CTT até 30 de Novembro e venha florestar com espécies autóctones as zonas do nosso País mais afetadas pelos incêndios. A compra do kit corresponde à plantação de uma árvore pela Quercus em áreas classificadas do Norte e Centro de Portugal.

Segundo dados oficiais, na última década arderam em Portugal, em média, mais de 1400 km2 de território todos os anos. Isto equivale à área de 3 concelhos de dimensão média, como o de Sintra. São valores catastróficos, que os CTT, com a participação de todos, gostariam de ajudar a minorar. Pretende-se, com esta campanha, criar e cuidar de bosques autóctones que oferecem uma maior resistência à propagação dos incêndios e são melhores para amenizar o clima, promover a biodiversidade e proteger a nossa paisagem, a água e os solos.

Em 2014 e 2015 foram plantadas 6144 árvores, fruto da generosidade dos portugueses, da disponibilização da rede dos CTT a custo zero e da ação das três dezenas de voluntários associados aos CTT e à Quercus. Na edição de 2016, o kit “Uma Árvore pela Floresta” poderá ser adquirido em 320 lojas dos CTT e o objetivo é atingirmos o número de 10.000 árvores plantadas. A lista completa de locais de venda pode ser consultada em http://umaarvorepelafloresta.quercus.pt/onde-comprar/ .

Quem comprar o kit “uma Árvore pela Floresta” recebe uma “árvore” em cartão reciclado e um código único que serve para registar a árvore com os dados do doador. A Quercus irá depois plantar a árvore verdadeira até à Primavera de 2017 e quem registou a árvore irá receber informação sobre a plantação das árvores doadas, um convite para participar na plantação como voluntário e a identificação das espécies e locais onde as árvores serão plantadas.

 Será usado preferencialmente o viveiro florestal do Centro de Educação Ambiental da Sra. da Graça (CEASG), localizado no Sabugal, que está sob gestão do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I. P. (ICNF). Tendo em consideração as áreas onde é expectável plantar, seleccionaram-se 28 espécies que poderão ser utilizadas na criação dos bosques, entre as quais se destacam: o Carvalho-alvarinho (Quercus robur), o Carvalho-negral (Quercus pyrenaica), o Sobreiro (Quercus suber), a Azinheira (Quercus rotundifolia), o Freixo (Fraxinus angustifolia), o Azevinho (Ilex aquifolium), o Azereiro (Prunus lusitanica ssp. lusitanica) e o Medronheiro (Arbutus unedo).

A Quercus organizará uma ação de voluntariado para plantação de uma área previamente selecionada, destinada aos doadores que registarem as suas árvores no website.

Através desta parceria com a Quercus, os CTT reforçam um eixo importante na sua política de apoio à biodiversidade e combate às alterações climáticas que integra, por exemplo, a produção de um portefólio Eco (correio verde e DM Eco), a aposta na eficiência energética e a expansão da frota sustentável, atualmente a maior do País.

© 2017 Quercus APOIO:

TOPO ↑