Tendo em consideração as áreas onde é expectável plantar, seleccionaram-se 28 espécies, entre outras, que poderão ser utilizadas na criação dos bosques autóctones.

  • Acer pseudoplatanus (Plátano-bastardo)alnus-glutinosa-amieiro
  • Alnus glutinosa (Amieiro)
  • Arbutus unedo (Medronheiro)
  • Betula celtiberica (Bidoeiro)
  • Castanea sativa (Castanheiro)
  • Crataegus monogyna (Pilriteiro)
  • Frangula alnus (Sanguinho-de-água)
  • Fraxinus angustifolia (Freixo)laurus-nobilis-loureiro1
  • Ilex aquifolium (Azevinho)
  • Laurus nobilis (Loureiro)
  • Myrtus communis (Murta)
  • Phillyrea angustifolia (Lentisco)
  • Phillyrea latifolia (Aderno)
  • Prunus avium (Cerejeira-brava)ilex-aquifolium-azevinho
  • Prunus lusitanica ssp. lusitanica (Azereiro)
  • Prunus spinosa (Abrunheiro-bravo)
  • Quercus pyrenaica (Carvalho-negral)
  • Quercus robur (Carvalho-alvarinho)
  • Quercus rotundifolia (Azinheira)
  • Quercus suber (Sobreiro)
  • Rhamnus alaternus (Aderno-bastardo)310197_1653339830185_1397844432_n
  • Salix atrocinerea (Borrazeira-preta)
  • Salix salviifolia (Borrazeira-branca)
  • Sambucus nigra (Sabugueiro)
  • Sorbus aucuparia (Tramazeira)
  • Sorbus latifolia (Mostajeiro)
  • Taxus baccata (Teixo)
  • Viburnum tinus (Folhado)

 Viveiros

Será utilizado preferencialmente o viveiro florestal do Centro de Educação Ambiental da Sra. da Graça (CEASG), localizado no concelho do Sabugal, que está sob gestão do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I. P. (ICNF).

De acordo com a legislação em vigor (Decreto-Lei nº 205/2003, de 12 de Setembro), as plantas de determinadas espécies (p. ex. azinheira, sobreiro, carvalho-alvarinho, plátano-bastardo, amieiro, bidoeiro, castanheiro, freixo, cerejeira, pinheiro-manso e pinheiro-silvestre) são reproduzidas através da germinação de sementes certificadas pelo ICNF e recolhidas no âmbito do projecto Criar Bosques.