Os locais para plantação são Peneda Gerês, Serras do Alvão e do Marão, Serra de Montemuro, Tejo Internacional e Serra da Estrela.


 

No dia 2 de Abril de 2016, sábado, no vale do Zêzere, na zona de Manteigas, com o apoio do Conselho Diretivo dos Baldios e o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, foram plantadas 2567 árvores doadas pelos portugueses no âmbito do projeto conjunto dos CTT e da Quercus “Uma árvore pela floresta”, uma iniciativa que permitiu que qualquer pessoa contribuísse com uma árvore para a florestação das matas nacionais.

Foram plantadas espécies como o Azevinho, o Teixo, a Tramazeira e o Carvalho Negral – que oferecem uma maior resistência à propagação dos incêndios e são melhores para amenizar o clima, promover a biodiversidade e proteger a nossa paisagem, a água e os solos.

Através da parceria com a Quercus, os CTT adicionam mais um eixo à sua política de apoio à biodiversidade e ao combate às alterações climáticas e que integra, por exemplo, a oferta de um portefólio Eco (correio verde e DM Eco), a aposta na eficiência energética e a expansão da frota sustentável, atualmente a maior do País.

O local da plantação, à semelhança dos outros anos é classificado como Área protegida, considerada como sítio de importância comunitária – Parque Natural da Serra da Estrela.

Mais concretamente no Baldio da freguesia de S. Pedro – Manteigas.

Numa altitude 1300 a 1400m.

local_2016

Coordenadas: 40°19’30.7″N 7°34’37.4″W

https://goo.gl/maps/s8HS9xVqt5p


 

Obrigado a todos os que contribuíram para o projeto Uma Árvore pela Floresta.

21 de março vamos proceder à plantação das árvores.

Local da plantação
Perímetro Florestal da Senhora da Abadia/Baldio de Rio Caldo, freguesia de Rio Caldo, concelho de Terras de Bouro. A área escolhida insere-se na rede Natura 2000 (Sítio de Importância Comunitária “Serras da Peneda e Gerês”) e situa-se muito próxima do limite do Parque Nacional da Peneda-Gerês, sendo a sua gestão partilhada entre o Baldio de Rio Caldo e o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P. .

Coordenadas: 41°41’28.92″N / 8°12’30.52″W

Mapa

Área: 4 hectares

Altitude: 400 – 500 m

Distâncias
Porto – Basílica de S. Bento da Porta Aberta (Rio Caldo): 94 Km (1h 25m)
Braga – Basílica de S. Bento da Porta Aberta (Rio Caldo): 40 Km (35 minutos)
Basílica de S. Bento da Porta Aberta – Área da plantação: 2 Km (5 minutos)

O que vamos plantar neste local?
3.647 árvores e arbustos autóctones

Espécies previstas
Carvalho-alvarinho (Quercus robur)
Castanheiro (Castanea sativa)
Carvalho-negral (Quercus pyrenaica)
Azevinho (Ilex aquifolium)
Bidoeiro (Betula celtiberica)
Freixo (Fraxinus angustifolia)
Borrazeira-preta (Salix atrocinerea)
Loureiro (Laurus nobilis)
Cerejeira (Prunus avium)
Azereiro (Prunus lusitanica subsp. lusitanica)
Sabugueiro (Sambucus nigra)

ACÇÃO DE VOLUNTARIADO

Número de voluntários previsto para a acção de plantação: 30


As plantações serão efectuadas essencialmente em áreas classificadas, como áreas protegidas e as que integram a rede Natura 2000 (p. ex. SIC – Sítio de Importância Comunitária), ou seja, em espaços naturais com interesse para a conservação. Os terrenos a plantar serão exclusivamente baldios ou pertencentes ao Estado, de modo a assegurar a preservação futura dos bosques sem que haja o risco dessas áreas serem alienadas. As áreas de intervenção situam-se no Norte e Centro de Portugal, por ser aí que a floresta autóctone apresenta um nível de degradação maior e ainda porque nessas regiões o problema dos incêndios florestais tem maior expressão no contexto nacional. Em função da adesão à presente campanha, serão seleccionados os locais de plantação em uma ou mais das seguintes áreas classificadas: Parque Nacional da Peneda-Gerês / SIC Serras da Peneda e Gerês, SIC Serra de Montemuro, SIC Alvão/Marão e Parque Natural da Serra da Estrela / SIC Serra da Estrela. De salientar que esta iniciativa se insere num âmbito de um projecto mais vasto, o projecto Criar Bosques, o qual, até ao momento, já plantou cerca de 350.000 árvores e arbustos com o apoio de empresas e de cidadãos.